terça-feira, 17 de maio de 2011

Sincretismo

O sincretismo nada mais é do que uma mistura de concepções religiosas. Logo que os escravos chegaram ao Brasil os brancos decidiram catequizá-los. Padres eram designados para ensinar e pregar os fundamentos e preceitos católicos. Os negros eram proibidos de qualquer prática religiosa que não fosse aquela aprendida aqui no Brasil. Então, para evitar represálias dos senhores de engenho, os escravos fingiram adaptar-se à nova fé. Para que pudessem continuar cultuando nossos Orixás os negros passaram a utilizar de imagens dos santos católicos. Atribuíram a imagem de um santo para cada Orixá, para isso procuraram os santos católicos que mais se adequasse e se identificasse com os santos afros. Em dia de batuque os escravos costumavam abrir um buraco no chão, dentro do qual eles depositavam as oferendas aos Orixás. Para esconder o buraco eles colocavam em cima uma pedra ou tronco de madeira. Em cima da pedra colocavam uma imagem de santo católico, geralmente a que tinham escolhido para corresponder ao Orixá que estava sendo homenageado. À noite então formavam uma roda em volta da pedra e dançavam e cantavam as rezas louvando os Orixás. Os brancos sem entenderem o idioma iorubá, acreditavam na conversão e achava até bonito a demonstração de fé dos negros com a nova religião.
Bará Lodê: São Pedro, quando faz ajuntó com Iansã.
São Benedito quando faz ajuntó com Obá.

Bará Lanã: Santo Antônio do Pão dos Pobres.

Bará Adague: Santo Antônio.

Bará Agelú: Menino no colo de Santo Antônio.

Ogum Avagã: São Paulo.

Ogum Onira, Olobedé e Adiolá: São Jorge.

Oyá Timboá: Santa Terezinha quando faz ajuntó com Ogum Avagã.

Oyá Dirã: Joana D’arc.

Oyá Niqué: Santa Bárbara sem o castelo.

Iansã: Santa Bárbara com o castelo.

Xangô Ibeje: São Cosme e São Damião.

Xangô Aganjú: São Miguel Arcanjo.

Xangô Agodô: São Jerônimo quando faz ajuntó com Iansã.
São João Batista quando faz ajuntó com Oxum Olobá.

Odé: São Sebastião.

Otim: Santa Bernadete.

Obá: Santa Catarina.

Ossanha: São Cristóvão quando faz ajuntó com Oxum Demun.
São Judas Tadeu quando faz ajuntó com Yemanjá Bocí.

Xapanã Jubeteí: São Roque quando faz ajuntó com Oyá.
São Lázaro quando faz ajuntó com Obá.

Xapanã Belujá: Jesus Cristo crucificado quando faz ajuntó com Iansã.
Senhor dos Passos quando faz ajuntó com Oxum Olobá.

Xapanã Sapatá: Jesus Cristo crucificado quando faz ajuntó com Iansã.
São Lázaro quando faz ajuntó com Obá.

Oxum Ibeje: Nossa Senhora de Fátima.

Oxum Pandá: Nossa Senhora de Fátima quando faz ajuntó com Bará Agelú.
Nossa Senhora do Rosário quando faz ajuntó com Ogum Adiolá.
Nossa Senhora de Lourdes quando faz ajuntó com Xangô Aganjú.
Nossa Senhora das Graças quando faz ajuntó com Oxalá Bocum.
Imaculada Conceição quando faz ajuntó com Oxalá Olocum.
Sagrado Coração de Maria quando faz ajuntó com Oxalá Olocum.

Oxum Demun: Nossa Senhora de Aparecida.

Oxum Olobá: Nossa Senhora do Carmo quando faz ajuntó com Xangô Agodô.
Nossa Senhora Medianeira quando faz ajuntó com Xapanã Belujá.

Oxum Docô: Nossa Senhora da Conceição.

Yemanjá Bocí e Iemanjá Bomí: Nossa Senhora dos Navegantes.

Yemanjá Nanã Borocum: Sant’Anna.

Oxalá Bocum e Oxalá Olocum: Menino Jesus de Praga.

Oxalá Dacum: Sagrado Coração de Jesus.

Oxalá Jobocum: Divino Espírito Santo (pomba).

Oxalá Oromilaia: Santa Luzia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário