quinta-feira, 25 de julho de 2013

Àdúrà de Xangô - Candomblé Ketu

video
Àwúre lê, Àwúre lé kólé
Àwúre lê, Àwúre lé kólé
Àwa bo nyin maá ri àwa jalè Àwúre lê, Àwúre lé kólé.

Abençoe-nos e traga boa sorte à nossa casa, que ela não seja roubada. Abençoe-nos e traga boa sorte à nossa casa, que ela não seja roubada. Nós que o cultuamos, jamais veremos nossa casa roubada. Abençoe-nos e traga boa sorte à nossa casa, e que não venham.


Ó fì làbà, làbà.... Ò fì làbà Ó fì làbà, làbà.... Ò fì làbà.
Ele usa bolsa de couro... Ele usa bolsa de couro.


Ó jìgòn àwa lé npé ó jìgòn nlá Jìgòn àwa lé npé ó jìgòn nlá.
Ele é imenso, o maior de nossa casa, ele é gigantesco
Em nossa casa o chamamos de o maior entre os gigantes.


E kí Yemonjá ago, Tapa Tapa, E kí Yemonjá ago, Tapa Tapa.
Cumprimentemos Iemanjá pedindo licença a nação Tapa.
Cumprimentemos Iemanjá pedindo licença a nação Tapa.

 
Oba sà rewà ele mi jéé jéé, Kùtù kùtù awo dé rè sé, Oba sà rewà.
Rei que ama o que é belo, senhor que me conduz serenamente
antes do culto chega com o seu oxê, O rei que ama o que é belo.


Sòngó tó rí olá, Tó e tó rí olá tó.
É imensa, é imensa a riqueza que eu vi, Xangô, é imensa a riqueza que eu vi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário